ArcGIS para Transportes

Um Imperativo para a Resiliência Sustentável.

Ana Julia Caetano Carvalho de Souza

Especialista De Marketing Produtos E Verticais

O impacto das mudanças climáticas e a ocorrência cada vez mais frequente de eventos naturais extremos, destacam com urgência a necessidade de rever as infraestruturas de transporte já implementadas. A mudança significativa dos padrões meteorológicos ao longo do último século tem gerado impactos notáveis no transporte, devido a inundações intensas, movimentações de terra, tempestades imprevisíveis e secas extensas.

O envelhecimento e desgaste das infraestruturas construídas em meados do século XX, tornam evidente a deterioração acelerada de obras de arte, visto as mudanças socioambientais. A integridade estrutural e eficiência de rodovias, pontes, portos e aeroportos construídos no passado distante, precisam de regulares avaliações para evitar acidentes, danos prolongados e interrupções significativas nas comunidades adjacentes.

Se examinarmos a linha do tempo dos transportes multimodais no Brasil, deparamo-nos com uma série de eventos que impulsionam a evolução do sistema de transporte multimodal no país. Este sistema, por sua vez, está constantemente sujeito a dinâmicas complexas, que envolvem não apenas as mudanças climáticas, mas também influências políticas, avanços tecnológicos e adaptações contínuas para atender às crescentes necessidades da sociedade.

Nesse cenário, o ArcGIS surge como uma ferramenta essencial para a promoção de transportes sustentáveis nos próximos anos, emergindo como um imperativo estratégico para a resiliência climática. Ao integrar diferentes dados geoespaciais, o ArcGIS oferece uma abordagem holística para o planejamento, gestão e monitoramento de ativos de transporte.

Este artigo explora como a implementação eficiente do ArcGIS nas operações e concessões logísticas não apenas otimiza a eficiência operacional, mas também contribui para a mitigação dos impactos ambientais, fortalecendo assim a resiliência do sistema de transporte diante dos desafios climáticos e eventos extremos.

ArcGIS para Programas de Conservação e Preservação Ambiental

Crucial para proteger ecossistemas sensíveis e áreas naturais próximas as operações de transporte multimodal, o ArcGIS é referência para criação de base de dados geoespacial com informações dos ativos já existentes, corpos hídricos, fauna, flora e informações geológicas.

A família de soluções Imagem | Esri disponibiliza ferramentas para o acompanhamento automatizado de imagens oriundas de fotogrametria e satélites, apontando inconsistências (invasões, queimadas, corte de vegetação) nas faixas de domínio e facilitando ações para evitar a degradação ambiental ou recuperação de áreas já degradadas.

Mapa no ArcGIS Pro de identificação de espeécies de plantas usando ferramentas de deep learning
Identificação de espécies de plantas usando ferramentas de Deep Learning no ArcGIS Pro

ArcGIS para Monitoramento Ambiental

Monitoramento de equipes de preservação, operações de campo e integração com sensores para medir qualidade de recursos hídricos, qualidade do ar, solo, fauna e ativos. O ArcGIS é uma ferramenta intuitiva para criar mapas, gráficos e relatórios para conformidade regulatória e rastrear impactos e eventos naturais.

4 painéis de gerenciamento (dashborads) desenvolvidos no ArcGIS
Dashboards for ArcGIS para monitoramento de Operações Ambientais

ArcGIS para Eficiência Energética e Redução de Emissões

Melhorar a eficiência energética de operações multimodais é fundamental para reduzir o consumo de combustíveis fósseis e as emissões de gases poluentes.

O ArcGIS pode analisar e otimizar rotas considerando fatores topográficos, distância, tempo, restrições e necessidades operacionais de transporte, apontando rotas mais eficientes em termos de consumo de combustível. Através da análise geoespacial, é possível encontrar rotas que minimizem desnivelamentos, evitem áreas de tráfego intenso e otimizem o uso da infraestrutura existente.

Com ArcGIS também podemos prever possíveis congestionamentos e tomar medidas para desviar o tráfego, evitando atrasos e economizando energia, afinal com a coordenação de vagões, barcos e aviões, é possível evitar paradas e desacelerações desnecessárias, reduzindo o consumo de combustível.

O ArcGIS pode ser utilizado para identificar áreas propícias para a instalação de fontes de energia renovável ao longo da concessão, como parques solares ou eólicos. Essa análise espacial pode ajudar a determinar a viabilidade dessas instalações, considerando fatores como a disponibilidade de recursos naturais e a proximidade da infraestrutura elétrica existente.

3 mapas desenvolvidos no ArcGIS para otimização de rota
ArcGIS para otimização de rotas

ArcGIS para Gestão de Resíduos

Com o ArcGIS é possível mapear locais de geração de resíduos, identificando-os ao longo da infraestrutura de toda a operação, como estações, pátios, oficinas, depósitos de material e outros pontos de atividade, apontar esses locais em um sistema geoespacial ajuda a ter uma visão abrangente dos pontos de geração de resíduos ao longo da concessão.

Após o mapeamento é possível classificar e categorizar os tipos de resíduos, alguns exemplos são: resíduos sólidos, resíduos líquidos, materiais recicláveis, resíduos perigosos. Após essa classificação, é possível codificar e rotular cada tipo de descarte conforme cada tipologia.

O ArcGIS é essencial para rastrear e monitorar a movimentação e descarte dos resíduos ao longo da concessão. Isso pode ser feito registrando informações sobre a quantidade de resíduos gerados, as rotas de transporte utilizadas, os pontos de coleta e os destinos finais dos resíduos. Neste caso a solução também suporta aplicativos de campo para monitorar as equipes e equipamentos que são responsáveis pelo descarte destes materiais.

Além disso é possível identificar pontos de coleta e destinação adequados, como contêineres, depósitos ou áreas designadas para armazenamento temporário. Mapeando esses pontos no ArcGIS e fornecendo informações detalhadas sobre os tipos de resíduos aceitos, os procedimentos de descarte e as diretrizes de segurança.

À medida que enfrentamos uma nova era socioambiental, a construção de infraestruturas resilientes, sustentáveis, descarte coerente e recuperação de degradação ambiental se tornou prioridade. O uso de tecnologias para a coleta e modelagem eficientes de dados, a priorização de ativos e estratégias de construção inovadoras são elementos-chave para enfrentar os desafios climáticos emergentes.

Investir agora em ArcGIS, prepara empresas de concessões e operações multimodais para um futuro logístico eficiente e sustentável para as comunidades globais.

Leia neste artigo

Descubra o poder das soluções

Preencha o formulário para que um especialista Imagem possa encontrar a solução que você precisa.

3 4 votes
Avalie o Artigo
Acompanhe estes comentários
Me avise sobre

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Faça sua busca

Espere,

Separamos as Principais atualizações do ArcGIS para Você!