DSG08 | Desenvolvendo Mapas Interativos

Diogo Romeo Rosanelli

Desenvolvedor e Consultor GIS

Bem-vindo(a) ao oitavo artigo da nossa série “Desvendando os Segredos Geoespaciais“! Hoje, vamos mergulhar na emocionante jornada de integrar o ArcGIS Online com a linguagem de programação JavaScript. Vamos aprender como criar mapas interativos e personalizados usando a API JavaScript da Esri.

O objetivo deste oitavo artigo é mergulhar na integração do ArcGIS Online com a linguagem de programação JavaScript, permitindo a criação de mapas interativos personalizados. Ao final do dia, você terá desenvolvido um mapa interativo e adquirido habilidades valiosas em desenvolvimento geoespacial.

Introdução à Integração do ArcGIS Online com JavaScript

A API JavaScript da Esri é uma ferramenta poderosa para criar aplicações de mapeamento interativas. Vamos explorar como essa integração nos permite aproveitar as capacidades do ArcGIS Online de maneira personalizada. Vamos começar acessando o painel de desenvolvedores da Esri.

Site da Esri para desenvolvedores

Uma referência importante para você levar para a vida é a página de documentação. Este é o canivete suíço do desenvolvedor Esri, tenha sempre a mão para consultar a documentação e exemplos dos SDKs Esri.

Documentação da API JavaScript

Configurando um Ambiente de Desenvolvimento

Antes de começarmos, é importante preparar o ambiente de desenvolvimento. Vamos aprender como obter as chaves de API necessárias e configurar um projeto básico em JavaScript.

1. Instalando uma IDE: uma interface de desenvolvimento é essencial para que você comece a criar aplicações mais avançadas, pois através delas você poderá ter funcionalidades de inspeção de código e testes, além de utilizar o recurso de intellisense que traz algum auxílio na hora do desenvolvimento. Em meu ambiente, costumo ter duas aplicações essenciais, um editor de textos mais robusto (Notepad++) e uma IDE (Visual Studio Code).

2. Obtenção da Chave de API: Acesse o painel de desenvolvedor na conta da Esri e gere uma chave de API para autenticar suas aplicações.

Clique em “Create your first API key” (Crie sua primeira chave de API).

A chave será então gerada e já é apresentado um trecho de código para exemplificar o processo de autorização dentro de sua aplicação JavaScript.

3. Configuração do Projeto: Crie uma estrutura básica de projeto JavaScript, incluindo um arquivo HTML, CSS e JavaScript. Importe a API JavaScript da Esri usando a chave de API. Vamos usar a documentação da API, na trilha de início (“Get Started“).

Abra o Visual Studio Code e crie um arquivo index.html e defina a estrutura básica do arquivo HTML e realize a importação dos requisitos necessários da API.

Clique em F5 para executar a página em seu navegador de internet. Ao abrir o navegador, clique em F12 para visualizar a ferramenta de desenvolvedor do navegador e visualize a aba console. Caso ocorra algum erro, é nesta opção que serão exibidos para que você possa inspecionar e depurar o código.

Criando um Mapa Simples

Vamos dar os primeiros passos, criando um mapa simples usando a API JavaScript da Esri. Abordaremos como adicionar camadas de dados do ArcGIS Online e personalizar a aparência do mapa. Vamos utilizar o exemplo “Display Map” (Exibir Mapa) para começarmos a trazer os elementos GIS para nossa aplicação.

Site da Esri para desenvolvedores

1. Inicialização do Mapa: Crie uma instância de mapa usando a API JavaScript da Esri, e execute a aplicação.

<html>
   <head>
      <meta charset="utf-8" />
      <meta name="viewport" content="initial-scale=1, maximum-scale=1, user-scalable=no" />
      <title>DSG</title>
      <style> html, body, #viewDiv { padding: 0; margin: 0; height: 100%; width: 100%; } 
</style>
      <link rel="stylesheet" href="https://js.arcgis.com/4.27/esri/themes/light/main.css" />
      <script src="https://js.arcgis.com/4.27/"></script> 
<script> 

</script> 
   </head>
   <body>
      <div id="viewDiv"></div>
   </body>
</html>

2. Adição de Camadas: Adicione camadas de dados do ArcGIS Online ao mapa, como imagens de satélite ou camadas de feições. Vamos utilizar o exemplo “Add Features” (Adicionar Feições) para modificar nosso código e incluir a camada de feições.

Site da Esri para desenvolvedores
<html>
   <head>
      <meta charset="utf-8" />
      <meta name="viewport" content="initial-scale=1, maximum-scale=1, user-scalable=no" />
      <title>DSG</title>
      <style> html, body, #viewDiv { padding: 0; margin: 0; height: 100%; width: 100%; } </style>
      <link rel="stylesheet" href="https://js.arcgis.com/4.27/esri/themes/light/main.css" />
      <script src="https://js.arcgis.com/4.27/"></script>
<script> require([ "esri/config", "esri/Map", "esri/views/MapView", "esri/layers/FeatureLayer", ], function (esriConfig, Map, MapView, FeatureLayer) { esriConfig.apiKey = "<SUA CHAVE DA API>"; const map = new Map({ basemap: "arcgis-topographic", // Basemap layer service }); const view = new MapView({ map: map, center: [-118.805, 34.027], // Longitude, latitude zoom: 13, // Zoom level container: "viewDiv", // Div element }); //Trailheads feature layer (points) const trailheadsLayer = new FeatureLayer({ url: "https://services3.arcgis.com/GVgbJbqm8hXASVYi/arcgis/rest/services/Trailheads/FeatureServer/0", }); map.add(trailheadsLayer); //Trails feature layer (lines) const trailsLayer = new FeatureLayer({ url: "https://services3.arcgis.com/GVgbJbqm8hXASVYi/arcgis/rest/services/Trails/FeatureServer/0", }); map.add(trailsLayer, 0); // Parks and open spaces (polygons) const parksLayer = new FeatureLayer({ url: "https://services3.arcgis.com/GVgbJbqm8hXASVYi/arcgis/rest/services/Parks_and_Open_Space/FeatureServer/0", }); }); map.add(parksLayer, 0); 
</script> 
   </head>
   <body>
      <div id="viewDiv"></div>
   </body>
</html>

Adicionando Funcionalidades Interativas

Agora, vamos tornar nosso mapa mais interativo. Vamos aprender como adicionar marcadores clicáveis, informações pop-up e controles de zoom para melhorar a experiência do usuário.

1. Marcadores Clicáveis: Adicione marcadores ou ícones a locais específicos no mapa, tornando-os clicáveis para exibir informações adicionais.

Explore o exemplo Bookmark Widget (Componente de Marcadores)

2. Informações Pop-Up: Configure janelas pop-up para exibir detalhes dos elementos quando um usuário clica neles.

Explore o exemplo Intro to Popup Template (Introdução ao modelo de Popups).

Explore os outros exemplos existentes na documentação e verifique os componentes e códigos disponíveis para teste.

Lembrete

A integração do ArcGIS Online com JavaScript abre um mundo de possibilidades para criar aplicações de mapeamento personalizadas e interativas. Com essa combinação poderosa, você pode criar visualizações de dados personalizadas que atendam às suas necessidades específicas. Continue explorando e praticando, pois ainda há mais a descobrir na nossa série “Desvendando os Segredos Geoespaciais”!

Leia neste artigo

Descubra o poder das soluções

Preencha o formulário para que um especialista Imagem possa encontrar a solução que você precisa.

0 0 votes
Avalie o Artigo
Acompanhe estes comentários
Me avise sobre

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Faça sua busca

Espere,

Separamos as Principais atualizações do ArcGIS para Você!