A Esri conta com uma extensa galeria de mapas base, que permitem dar contexto geográfico aos seus mapas. Recentemente, houve 2 novidades importantes sobre o uso, que podem impactar diretamente os seus mapas e aplicações web.

Confira abaixo quais são:

1. Mapas base vetoriais antigos serão descontinuados

Os mapas base vetoriais da Esri são organizados por número da versão. Atualmente, os mapas base da versão 2 (v2) são atualizados regularmente.

Versões anteriores ainda estão disponíveis, mas não são mais atualizadas. Porém, nos próximos meses, as seguintes versões serão descontinuadas e não estarão mais disponíveis para uso em mapas e aplicativos após dezembro de 2022:

  • World_Basemap (beta 2) – será descontinuado em maio de 2022;
  • World_Basemap (versão 1) e World Basemap WGS84 (versão 1).

Caso você estiver usando um mapa que será descontinuado, você precisará apontar seus aplicativos para outro mapa base que esteja disponível para uso.

A versão atual (versão 2 ou v2) foi lançada pela primeira vez em dezembro de 2017. Se você começou a usar mapas base vetoriais após essa data, provavelmente já está usando um mapa base atualizado, e não precisa fazer nenhuma alteração. Se você não tiver certeza, continue lendo e confira abaixo o que fazer:

Usuários do ArcGIS Online:

Se você for o proprietário de um mapa no ArcGIS Online, a maneira mais fácil de migrar para a versão correta dos mapas base vetoriais é selecionando um mapa base na Galeria do Map Viewer.

Se você quiser verificar qual mapa base está sendo usado no seu mapa da web, você pode ir até a página de detalhes do item do seu mapa da web e procurar o mapa base na lista de camadas. Se estiver usando um mapa base obsoleto, haverá um aviso, e você deve atualizar para um disponível.

Para alterar seu mapa base, abra seu mapa no Map Viewer, selecione um novo mapa base da Galeria, e salve seu mapa da web.

Usuários do ArcGIS Enterprise:

Um administrador precisará confirmar se os mapas base na galeria estão apontando para mapas base vetoriais atualizados.

Quando essa etapa for concluída, os usuários da sua organização poderão abrir mapas da web no Map Viewer, selecionar um novo mapa base na Galeria de mapas base e salvar o mapa da web.

Usuários do ArcGIS Pro:

Você pode selecionar um mapa base na Galeria de mapas base e salvar seu projeto.

Desenvolvedores usando APIs e SDKs do ArcGIS:

Ao referenciar um mapa da web, siga as instruções para usuários do ArcGIS Online ou ArcGIS Enterprise.

Se você estiver fazendo referência a um base map obsoleto por enumeração, por item ou por URL REST, deverá modificar o código para fazer referência a um mapa base disponível.

Veja abaixo a lista dos endpoints REST aposentados que você pode verificar:

2. HTTPS será obrigatório para mapas base raster

Nos últimos anos, a Esri tornou-se mais rigorosa quanto à aplicação do protocólo HTTPS para serviços e produtos online de acordo com as diretrizes e práticas recomendadas do setor.

Como acompanhamento da aplicação do HTTPS no ArcGIS Online em 2020, a Esri planeja fazer uma alteração semelhante no ambiente dos mapas base raster.

Os mapas base raster da Esri, atualmente, podem ser solicitados usando protocolos HTTP ou HTTPS. Porém, partir de abril de 2022, o suporte para HTTP será desabilitado e as solicitações de blocos serão apenas HTTPS.

Se uma solicitação HTTP for recebida, ela será redirecionada para HTTPS. Em muitos casos, o redirecionamento funcionará. Porém, há alguns casos em que o redirecionamento não funciona, principalmente em circunstâncias específicas em aplicativos de desenvolvedores. Nesses casos, os desenvolvedores precisarão atualizar seus aplicativos e ferramentas para suportar HTTPS.

Os mapas base vetoriais não são afetados, pois já usam HTTPS exclusivamente. Os serviços de plataforma também não são afetados, pois os mapas base também já são apenas HTTPS.

Incentivamos fortemente todos os usuários a usarem o HTTPS como prática recomendada para segurança e desempenho ideal. Se você suspeita que pode estar usando HTTP para solicitar mapas base raster da Esri, deve começar a atualizar seus aplicativos agora para que não sofra nenhum período de inatividade a partir de abril.

Por que apenas HTTPS?

HTTPS, abreviação de Hypertext Transfer Protocol para comunicação segura (e comumente referido como SSL ou TLS), permite a transmissão segura de dados, tanto de entrada quanto de saída, entre um cliente – como um navegador da Web – e o servidor.

Todos os dados são criptografados, portanto, qualquer pessoa que monitore o tráfego não poderá capturar informações confidenciais.

Quais mapas base são afetados?

Uma lista de mapas base afetados está disponível neste grupo do ArcGIS Online. Observe que os mapas base raster baseados em ruas estão em suporte maduro e recomendamos que você use mapas base vetoriais equivalentes como prática recomendada.

Aprimore ainda mais seus conhecimentos
sobre Mapeamento clicando abaixo!

Fique por dentro de todas as novidades do Portal GEO. Faça grátis sua inscrição!

Você também pode gostar:

ArcGIS Online: Software baseado em nuvem para criar e compartilhar mapas da web interativos

ArcGIS Pro: A próxima geração do GIS Desktop

ArcGIS Enterprise: Empodere sua inteligência da localização


Você gostou desse artigo?

O Portal GEO está sempre trabalhando para trazer novidades, tendências e o que há de melhor em dicas do universo GIS. Clique abaixo e faça sua inscrição gratuita para receber com comodidade todos os nossos artigos, que tenho certeza, vão te apoiar em seu cotidiano profissional e pessoal, te deixando sempre bem informado: