O uso de drones para mapeamento tem aumentado nos últimos anos, principalmente devido à conveniência e maior praticidade. Com este crescimento, as tecnologias voltadas a esta finalidade também têm sido desenvolvidas e cada vez mais inseridas nos Sistemas de Informação Geográfica, com o Site Scan for ArcGIS você pode ir ainda mais além.

No universo atual de inovações tecnológicas, o uso de RPAS (Remotely-Piloted Aircraft), ou “Aeronaves Remotamente Pilotadas”, destaca-se com relevância, considerando o menor custo para obtenção de imagens digitais e maior qualidade e riqueza de detalhes no mapeamento de pequenas áreas.

Da mesma forma, a maior disponibilidade de hardware e software e de ferramentas para processar as imagens também contribuem para que as organizações de diversos setores adotem o uso de drones em seus fluxos de trabalho, otimizando suas atividades de coleta de imagens.

Embora diferentes tecnologias de drones possam incorporar ferramentas para ajudar as organizações a obter maior percepção das operações de negócios, todas elas compartilham de um processo padrão.

O processo inclui a coleta, processamento, gerenciamento, análise e compartilhamento de dados com mapeamento de drones.

Para que as organizações alcancem um fluxo de trabalho escalonável e altamente eficiente, elas devem possuir o conjunto certo de ferramentas.

Diante dos diversos benefícios e viabilidades do uso de drones, a Imagem apresenta as vantagens lançadas pela Esri, oferecendo à sua organização a possibilidade de ir além do processo padrão, sempre mantendo como base principal o GIS.

Neste sentido, temos o Site Scan for ArcGIS, um Software completo de mapeamento com drone baseado em nuvem de ponta a ponta, projetado para revolucionar a coleta de imagens e o gerenciamento de locais.

O uso do Site Scan for ArcGIS é bastante intuitivo, comparado a outros, além de ele oferecer suporte a vários modelos de hardware de drones mais usados atualmente, como por exemplo DJI Matrice 200 V2 series, DJI Mavic Pro, DJI models 3DR H520-G, DJI Matrice 20 Mavic 2 Pro, DJI Phantom 4 Pro, DJI Phantom 4 Pro V2, entre outros.

A sua grande vantagem é que ele atua em todas as etapas, desde o planejamento, simulação e controle do vôo que pode ser realizado via dispositivo móvel, até o compartilhamento final dos produtos de imagens, suportando diferentes formatos como ortomosaicos, nuvem de pontos, arquivos de imagem, 3D meshes, modelos de superfície, ou arquivos Autodesk.

O Site Scan tem conectores para ArcGIS Online, ArcGIS Enterprise e Autodesk BIM 360, oferecendo opções para compartilhar facilmente seu projeto em toda a sua organização em qualquer dispositivo com camadas ArcGIS.

Desta forma, o Site Scan for ArcGIS apresenta-se como uma alternativa interessante para profissionais que têm o uso de drones como parte das suas atividades, que muitas vezes necessitam de múltiplos softwares para completar este fluxo, pois ele comporta todas essas capacidades em um único software.

Agora que você já se aprofundou nos benefícios do Site Scan for ArcGIS para Mapeamento com Drone, vai adorar conhecer a solução completa e integrada baseada em nuvem para seus fluxos de trabalhos com drones. Clique abaixo e veja!

Você gostou desse artigo?

O Portal GEO está sempre trabalhando para trazer novidades, tendências e o que há de melhor em dicas do universo GIS. Clique abaixo e faça sua inscrição gratuita para receber com comodidade todos os nossos artigos, que tenho certeza, vão te apoiar em seu cotidiano profissional e pessoal, te deixando sempre bem informado: