ArcGIS na Gestão de Ativos e Demandas Regulatórias em Transmissão de Energia Elétrica

Uma abordagem abrangente na utilização do ArcGIS em empresas do setor de Transmissão de Energia Elétrica

Alexandre Aleixo

Especialista da Indústria de Energia Elétrica

A Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica, dentro do seu papel de regular e fiscalizar os agentes do Setor Elétrico, tem evoluído nos seus processos para atingir os objetivos de aprimorar e dar celeridade às suas ações.

Nesse sentido, tem utilizado cada vez mais processos digitais para troca de informações vitais nos processos regulatórios, introduzindo entregas obrigatórias e estruturadas dos dados de ativos das empresas e também de ações de manutenção voltadas à mitigação de impactos ao sistema em eventos de queimadas, entre outras iniciativas.

No setor de Transmissão, houve algumas iniciativas que elevaram o nível de exigência das informações dos agentes e também das ações de manutenção das faixas de servidão, especialmente no manejo de vegetação para evitar ocorrências e desligamentos de grandes blocos de carga em queimadas, que é uma das maiores causas de desligamentos de linhas de transmissão da Rede Básica (RB) do Sistema Interligado Nacional (SIN).

Entenda as novas demandas da ANEEL e ONS para transmissão de energia elétrica no Brasil

Nesse contexto, torna-se necessário que os agentes possuam um cadastro robusto, completo e disponível, e acessível aos diversos usos internos e externos, como os atendimentos regulatórios, tanto da Aneel quanto do ONS (Operador Nacional do Sistema).

Da mesma forma, gerenciar e monitorar de melhor forma possível as ações de manutenção e evidenciar diretamente ao regulador tornaram-se tarefas fundamentais para a eficiência operacional, além de permitir aos agentes ter um maior controle seus ativos, monitorar ações e seus resultados e operar com maior confiabilidade.

Conheça 2 aspectos fundamentais das entregas regulatórias

As entregas regulatórias que são endereçadas às empresas transmissoras envolvem:

  • seus dados de ativos de cada empreendimento, compondo a Base de Dados das Instalações de Transmissão de Energia Elétrica – BDIT, que devem ser entregues de modo periódico, a cada ano, e onde estão descritas as características técnicas de cada item que compõem as linhas de transmissão (LTs) e subestações (SEs) pertencentes à RB, com suas características de georreferenciamento com precisão centesimal – e isso também inclui altimetria de cada estrutura existente;
  • seus planos de manejo de vegetação para redução de ocorrências de queimadas nas faixas de servidão de cada LT que faça parte do Gestão Geoespacializada da Transmissão – GGT, e também as evidências de todas as ações de manutenção executadas para esse fim. E, através de um sistema de monitoramento dotado de inteligência artificial, a Aneel avalia a efetividade das ações de cada empresa.

Portanto, é fundamental que as empresas tenham seus dados estruturados e prontos para atender às exigências regulatórias. E, para tanto, também é imprescindível ter um ecossistema completo para permitir o acesso, garantir a confiabilidade e gerir as informações que devem ser enviadas. Nesse sentido, as aplicações baseadas na plataforma ArcGIS dão todo o suporte necessário para todas as etapas desses desafios.

Leia neste artigo

Descubra o poder das soluções

Preencha o formulário para que um especialista Imagem possa encontrar a solução que você precisa.

5 5 votes
Avalie o Artigo
Acompanhe estes comentários
Me avise sobre

1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments

Olá,
Excelente artigo! Quanto a acessibilidade, como é consultada a base de dados do BDIT? Tento via ANEEL mas comentam que o ONS deve liberar, converso com ONS e eles comentam que a ANEEL deveria liberar…

Faça sua busca

Espere,

Separamos as Principais atualizações do ArcGIS para Você!