O mercado em geral foi duramente prejudicado ao longo de 2020 como já sabemos e conforme mencionei em outro artigo, alguns segmentos e áreas ficaram expostas a oportunidades em que necessitavam se reinventar e sofreram altos investimentos, e não de hoje, mas sim já de tempos que precisam ser mais eficientes.

Com isso, toda a cadeia logística das empresas (principalmente de bens de consumo) precisaram se readequar rapidamente para que continuassem a oferecer seus produtos e, de fato, atender a alta demanda, ocasionada pelo “boom” do e-commerce.

Neste mesmo artigo, mencionei também as alterações nos perfis de consumo e indiquei algumas estratégias de planejamento para analisar e planejar de forma mais assertiva, mantendo o equilíbrio entre análise de previsibilidade de demanda e perfis de consumo. Dentro dessa visão de perfis de consumo, muitas empresas que não conseguiram adequar, como consequência, tiveram uma taxa de rejeição ou reclamações extremamente altas, visto que algumas empresas até quebraram, dessa forma, trago aqui os principais problemas da falta de PLANEJAMENTO LOGISTICO EFICIENTE para o que chamamos de indústria 4.0:

  • Ausência de um Planejamento Estratégico;

  • Churn;

  • Reclamações em Canais Digitais, experiência ruim;

  • Perda de Credibilidade da Marca

Planejamento Estratégico

É arriscado dizer que: “se você não possui um canal de venda digital, você está morto!”, é uma verdade absoluta pois com a rápida ascensão do e-commerce, podemos considerar um importante canal de relacionamento com o consumidor e se sua estratégia não leva em consideração planejar a cadeia para atender com eficiência este canal, você será engolido por grandes players.

A influência do canal digital irá muito além da presença de um e-commerce e sim na relação e experiência omnichannel do seu cliente. Pensando em uma estratégia de negócios sazonal como a BLACK FRIDAY este item tem uma importância triplicada, devido as oportunidades de fidelizar e ter todos os produtos próximo a grandes centros de consumo é fundamental para sucesso da estratégia, para isso um bom planejamento utilizando inteligência geográfica é fundamental nestes processos.

Churn

Estamos vivendo a era da experiência de usuário, sendo assim, para fidelizar e reter clientes é muito importante não os perder, ou seja, ter um nível de excelência e promover experiências únicas a seus usuários torna-se um diferencial único. Portanto, por trás de todo nível de excelência há um bom planejamento logístico de sua cadeia, fideliza clientes e aumenta a eficiência do nível de serviço mandando para longe reclamações e prejuízos. Volto a dizer: A influência do canal digital irá muito além da presença de um e-commerce e sim na relação e experiência omnichannel do seu cliente.

Reclamações em Canais Digitais, experiência ruim

Os canais digitais exclusivos para apoiar os consumidores e usuários em seus direitos devem existir para o bem comum de todo o ecossistema, porém as reclamações por uma má experiência vão existir e, potencialmente, estão ligadas a toda a cadeia logística como por exemplo: atrasos sem avisos prévios, ausência de transparência em eventuais problemas no decorrer do processo e mercadorias erradas podendo manchar e acabar com a reputação e credibilidade de uma marca, independentemente do tamanho que ela seja, com isso a considerar que o crescimento e os impactos positivos que um canal digital promove, as empresas não podem deixar de lado o investimento em um planejamento da cadeia logística 4.0.

Conclusão

A tecnologia é o maior diferencial na experiência de compra dos usuários tanto de e-commerce quanto canais físicos, com a aceleração e transformação digital nas operações logísticas e uso de tecnologia geoespacial, cada vez mais latente nas organizações são essenciais para alcançar melhor desempenho e enfrentar os presentes e novos desafios que permeiam o mundo mais inteligente e complexo.

À medida que a cadeia digital evolui, os gerentes exigirão informações de localização mais precisas e granulares para tomada de decisões mais importantes e fundamentais para um negócio.

Os desafios que o ano de 2020 nos trouxe continuam, porém, com um sentimento de maior adaptação, mas também com muitas oportunidades e um potencial de transformação gigantesco para o setor nos próximos meses, incluindo os preparativos para BLACK FRIDAY e NATAL.

A busca por melhores integrações e soluções que permitam maior flexibilidade e velocidade das operações deve ser o foco das empresas de tecnologia utilizando inteligência geográfica voltadas para a experiência do usuário no varejo.

Quer entender como aplicar essas duas estratégias juntas à sua empresa?
Então clique agora mesmo na imagem abaixo!

Fique por dentro de todas as novidades do Portal GEO. Faça grátis sua inscrição!

Você também pode gostar:

Aplicação de Técnicas de Deep Learn e Pytorch para Censo em Plantio Florestal 90 dias

EBook: Os 25 anos de Geoprocessamento da SEDU / PARANACIDADE

INDI Maps – Plataforma de Site Selection para Atração de Investimentos em Minas Gerais

Planejamento urbano com qualidade para os municípios paranaenses


Você gostou desse artigo?

O Portal GEO está sempre trabalhando para trazer novidades, tendências e o que há de melhor em dicas do universo GIS. Clique abaixo e faça sua inscrição gratuita para receber com comodidade todos os nossos artigos, que tenho certeza, vão te apoiar em seu cotidiano profissional e pessoal, te deixando sempre bem informado: