ArcGIS Utility Network: Benefícios e Vantagens para as Utilities

Diogo Reis

Diogo Reis

Especialista em Saneamento - Imagem Esri

As Utilities, empresas responsáveis pela distribuição de água, coleta de esgoto, distribuição de energia ou gás, trabalham diariamente para garantir a segurança do fornecimento, a continuidade da operação e a integridade de sua infraestrutura, de forma eficiente e sustentável.

Para isto, as organizações buscam integrar as informações sobre os ativos dos sistemas e os processos de negócios críticos com base na localização da infraestrutura, conectando as informações das redes e o contexto geográfico.

Um sistema de informações geográficas (GIS) passa a ser um recurso tecnológico fundamental para as Utilities. Através do GIS, os dados da rede podem ser gerenciados e projetados em formatos digitais.

A possibilidade de análises espaciais fornece uma visão contextualizada das condições da rede. Essas informações são indispensáveis para inspeção, manutenção ou redução de falhas. Além disso, oferece a possibilidade de compartilhar dados entre as partes interessadas para uma comunicação clara e atualizada.

Para ajudar a superar estes desafios, a Esri tem buscado desenvolver soluções que enderecem as principais necessidades das empresas de Utilities. Nos últimos anos, a Esri disponibilizou dois recursos para realizar o gerenciamento de redes através do Sistema ArcGIS: A Geometric Network e a Utility Network.

A Geometric Network, ou rede geométrica, consiste em um conjunto de elementos da rede (pontos e linhas), interligados através de regras de conectividade, que são utilizados para representar e modelar o comportamento de redes de Utilities do mundo real.

As camadas disponíveis no banco de dados geográfico (geodatabase) são utilizadas como fontes de dados para definir a estrutura da rede geométrica. É possível que o usuário defina papéis e funções que cada elemento da rede irá desempenhar no sistema, bem como as regras de como o fluido irá percorrer o sistema.

O ArcGIS Utility Network é a tecnologia GIS mais moderna no gerenciamento de redes de saneamento, energia elétrica, gás e telecomunicações. Consiste na evolução do modelo de gerenciamento de redes via Geometric Network, sendo projetada para atender às necessidades mais atuais das Utilities, dos órgãos reguladores e das comunidades.

A Utility Network contém recursos avançados para a modelagem dos ativos da rede, a partir de uma arquitetura webGIS mais robusta e moderna, e ferramentas de análise que fornecem níveis sem precedentes de informações para toda a organização.

A Utility Network também atua como um sistema centralizador das informações da companhia, podendo ser acessado por todos os colaboradores, em qualquer dispositivo a qualquer momento. Isso promove maior eficiência na operação, no planejamento de projetos e nas respostas a emergências.

A Utility Network também pode ser integrada a outros sistemas legados, como o sistema de gerenciamento e despacho de ordens de serviço ou o sistema supervisório (SCADA), de modo a obter uma visão operacional automatizada e em tempo real.

Apesar de terem sido desenvolvidas com propósitos semelhantes, a Geometric Network e a Utility Network apresentam características bastante distintas. Por ser uma tecnologia mais moderna e avançada, a Utility Network apresenta recursos inovadores que trazem maior flexibilidade e usabilidade para os usuários. Dentre algumas delas, é possível destacar:

  • Usabilidade através de diferentes aplicações do ArcGIS, tornando possível visualizar e editar os dados da Utility network em diferentes dispositivos, conectados ou não a rede, uma vez que é baseada em serviços;
  • Facilidade de integração com outros sistemas legados da companhia, uma vez que sua arquitetura é baseada em serviços;
  • Realização de análises de Tracing em aplicações web, integradas com a base de dados em tempo real;
  • Modelagem mais detalhada de equipamentos e instalações do sistema, incluindo regras de conectividade e associações, criação de containers, modelagem de tracings personalizados, criação de diagramas da rede e representação de subsistemas;
  • Possibilidade de criar o histórico de alterações através de modelo avançado de versionamento, com maior flexibilidade e menos sobrecarga;
  • Validação de regras de negócios e de conectividade a nível dos serviços, em tempo real;
  • Modelos pré-definidos de templates para representar instalações complexas (conjuntos de elementos).

Sendo assim, no contexto atual do mercado de Utilities, diversas organizações no mundo todo estão iniciando o processo de migração para a Utility Network, buscando garantir a modernização tecnológica, a flexibilidade na integração com outros sistemas e o acesso aos recursos mais avançados de gerenciamento de redes disponíveis no sistema ArcGIS.

Quer saber muito mais sobre ArcGIS Utility Network? Clique abaixo e veja a funcionalidade e os benefícios!

Fique por dentro de todas as novidades do Portal GEO. Faça grátis sua inscrição!

Você também pode gostar:

Como o GIS pode apoiar a Agenda ESG nas companhias de Saneamento

Uso do GIS nas estratégias de combate a Crise Hídrica​


Você gostou desse artigo?

O Portal GEO está sempre trabalhando para trazer novidades, tendências e o que há de melhor em dicas do universo GIS. Clique abaixo e faça sua inscrição gratuita para receber com comodidade todos os nossos artigos, que tenho certeza, vão te apoiar em seu cotidiano profissional e pessoal, te deixando sempre bem informado:

Leia neste artigo

Descubra o poder das soluções

Preencha o formulário para que um especialista Imagem possa encontrar a solução que você precisa.

0 0 votes
Avalie o Artigo
Acompanhe estes comentários
Me avise sobre

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Faça sua busca

Espere,

Separamos as Principais atualizações do ArcGIS para Você!