Dica do editor: StoryMap CoisAzul

*Clique aqui para interagir com o StoryMap CoisAzul e conhecer mais deste projeto!


O que muda quando percebemos no mapa a trajetória de nossa história? Como cada lugar transforma e modifica quem somos? Como Artes, Espaço e Tempo se relacionam? Como aproximar o público da pesquisa artística e acadêmica e, ao mesmo tempo, proporcionar uma experiência poética? Qual a importância do StoryMap para o CoisAzul?

Este projeto é o resultado de uma somatória de ações decorrentes da pesquisa de doutorado de nome “CoisAzul – Uma pesquisa sobre Dança, Pessoas e Objetos”, desenvolvida e defendida no Programa de Pós-graduação em Arte da UnB (2019 PPG-Arte/UnB) pela dançarina e professora do Departamento de Artes Cênicas da mesma Universidade, Profª Dra Fabiana Marroni Della Giustina.

Como começou o CoisAzul

Arte em StoryMap: Conheça o CoisAzul - Inventando Mundos - imagem 1

A investigação teve como eixo norteador o entendimento das relações entre os objetos e a dança pela perspectiva da produção de presença na contemporaneidade, isto é, de como dançarinos e objetos se relacionam durante a coreografia. Começamos perguntando: Somos nós que agimos sobre os objetos ou são os objetos que agem sobre nós?

Os questionamentos surgiram, pela primeira vez, em 2015 no início da pesquisa e para a elaboração da tese de doutorado, pesquisamos dançando nos mais diversificados ambientes: na natureza, nas ruas, nos monumentos, nas salas de aula, nos transportes públicos, em instituições sociais, indo ao encontro dos seres vivos para inventar mundos.

Expandimos nossas fronteiras ao sair da UnB, depois do Plano Piloto de Brasília, depois do Distrito Federal, e por fim, até mesmo fora do Brasil. Em 2017 o projeto foi contemplado com o Fundo de Apoio a Cultura – FAC do Governo do Distrito Federal/GDF para a realização de um espetáculo de dança e uma exposição de nome Invenções de Mundos. A execução desse projeto foi realizada ao longo do mês de agosto de 2019, o espetáculo teve sua estreia no Festival Internacional Cena Contemporânea e simultaneamente a Exposição aconteceu no Espaço Cultural Renato Russo/DF.

Ao longo da pré-produção do evento surgiu a possibilidade de contarmos nossa história por meio do StoryMap com o ArcGIS, uma forma de aproximar o visitante das Invenções de Mundos que fazemos quando dançamos com os puffs azuis. Uma forma de ampliar as possibilidades sensoriais entre o passado da pesquisa, o presente vivenciado na exposição como a abertura de reflexões futuras.

Criamos coreografias improvisadas com vários puffs azuis e interagimos com as pessoas, com os animais, com a natureza, etc. É um convite à reflexão sobre as qualidades das nossas ações sobre as coisas, se estamos em uma relação de serviência, se somos parceiros e responsáveis pelas ações sobre os objetos ao redor, os impactos na sustentabilidade e no ambiente. Se somos coisas, se somos objetos.

StoryMap contribuindo para contar grandes histórias!

Arte em StoryMap: Conheça o CoisAzul - Inventando Mundos - imagem 2

Com o StoryMap, o visitante pode entender os caminhos da pesquisa acadêmica e artística, e como elas se entrelaçam pelos rastros das nossas presenças nos mais diversificados lugares por onde dançamos.

O encontro entre a tecnologia e a arte nos possibilita uma nova forma de contar nossas histórias, onde pela plataforma realizamos o cruzamento entre tempo e espaço, por meio do qual as experiência ganham novas nuances quando conseguimos dar visibilidade através do mapa, trazendo reflexões sobre por onde passamos e de como aqueles lugares nos afetaram e foram importantes para a identidade do trabalho apresentado no presente.

Por outro aspecto, o StoryMap também nos auxilia a estabelecer pontos de fricções entre a realidade e a ficção, entre a imaginação e a realidade, entre as abstrações e as simbolizações que apenas pela experiência artística podemos vivenciar.

Clique aqui e conheça o StoryMap CoisAzul!

Esse é um trabalho que tem como base a preocupação com o equilíbrio das relações de parcerias estabelecidas entre as coisas e o mundo, entre as pessoas e os objetos, entre os seres e os ambientes, dos conceitos de ecologia e de sustentabilidade na atualidade. Um trabalho para pensar nas relações de desperdício, de uso, de consumo, de poder sobre os recursos naturais, os seres vivos e as coisas públicas.

Na exposição, o GIS soma-se ao trabalho de uma equipe multidisciplinar de artistas da cena, da visualidade e da sonoridade que inventam conosco os mundos possíveis. Nela, a dança pode ser experienciada por outras materialidades e abordagens sinestésicas, onde as imagens, as ambiências, os sons, as texturas, as peles e os puffs convidam cada pessoa a também se sentir CoisAzul. Ali, as pessoas podem emergir na dança, agir, sentir, permanecer e vivenciar o universo que dançamos no espetáculo.

Nosso trabalho pode ser visitado em @coisazul no Instagram.


Fique por dentro de todas as novidades do Portal GEO. Faça grátis sua inscrição!

Veja também:

10 ações essenciais para ser um líder de GIS

Descomplicando o GIS

eBook grátis: ArcGIS com Especialistas

Construa um mapa de calor em 5 minutos


Você gostou desse artigo?

O Portal GEO está sempre trabalhando para trazer novidades, tendências e o que há de melhor em dicas do universo GIS. Clique abaixo e faça sua inscrição gratuita para receber com comodidade todos os nossos artigos, que tenho certeza, vão te apoiar em seu cotidiano profissional e pessoal, te deixando sempre bem informado:


Ficha técnica Exposição CoisAzul – Invenções de Mundos:

  • Direção artística: Fabiana Marroni
  • Direção audiovisual: Roberta K. Matsumoto
  • Intérpretes-criadores: Camila Oliveira , Cristhian Cantarino, Fabiana Marroni, Marcia Regina, Victoria Oliveira
  • Provocador artístico: Edi Oliveira e Roberta K. Matsumoto
  • Figurino : Edi Oliveira e elenco
  • Iluminação: Ana Quintas
  • Sonoplastia: Marcia Regina
  • Artista Visual: Thalita Dantas
  • Captação de imagens com drone: Thiago Sabino
  • Direção de fotografia: Gustavo Letruta/Baleia Filmes
  • Aquarelista: Maíra Geraldo
  • Design Gráfico: Camila Torres
  • Web e Inteligência Geográfica: Caio Riebold
  • Produção Executiva: Cristhian Cantarino e Fabiana Marroni
  • Assistente de Produção: Giovanna Lisboa, Julia Tempesta e Tainá Martins
  • Gestão Administrativa: Raquel Fernandes