Levando empresas e governos a terem sucesso em seus projetos

Embora os fornecedores de serviços de nuvem ofereçam recursos básicos de mapeamento e localização, a Esri está liderando o mercado com uma estratégia geoespacial abrangente e uma plataforma que dá suporte a um conjunto completo de recursos de localização.

Os recursos incluem desde mapeamento simples e análise de localização até ferramentas sofisticadas para solucionar problemas geoespaciais complexos.

Muitos dos usuários da Esri (incluindo milhares de grandes empresas e governos) estão integrando sistematicamente às suas operações os recursos geospaciais em nuvem da empresa. Eles estão incorporando os serviços da Geospatial Cloud da Esri em seus sistemas locais e fluxos de trabalho.

10 destaques da aplicação da Geospatial Cloud em nuvem - Imagem 1

Com a Nuvem Geoespacial da Esri, usuários como a Cidade de San Antonio e seu parceiro, o Southwest Texas Fusion Center, podem usar dados em tempo real para acompanhar chamadas de emergência e incidentes.

A Esri começou a oferecer serviços geoespaciais em 2011, com mapeamento e análise básicos implementados como serviços da Web de alto desempenho. Desde então, os produtos foram melhorados e expandidos até se tornarem um pacote completo de recursos de informações geográficas, que inclui visualização avançada e análise espacial.

Hoje, a Esri oferece um novo e flexível licenciamento com base em funções, chamado de User Types, que permite aos clientes licenciar e usar o software Esri de acordo com suas necessidades.

A Esri é também a única empresa que oferece um GIS completo na nuvem, que inclui centenas de recursos dinâmicos. Essa plataforma enorme e escalável produz bilhões de mapas diariamente. A solução contém uma excelente coleção de aplicativos, além de APIs abertas que milhares de desenvolvedores usam para criar aplicativos simples ou complexos que integram a eficiência do GIS em quase tudo.

Os serviços na nuvem da Esri são fáceis de usar e estão disponíveis para empresas e governos de todos os portes. Com esses recursos, milhares de organizações em todo o mundo estão integrando mapeamento e análise geoespacial em seus aplicativos, compreendendo problemas complexos de uma maneira inteiramente nova.

Com a Geospatial Cloud da Esri, os usuários podem mapear e analisar facilmente seus próprios dados e combiná-los a milhares de outras camadas de informações online, para descobrir novos relacionamentos e insights. O sistema foi criado para integrar big data e dados em tempo real provenientes da Internet das Coisas (IoT). Ele pode conectar a equipe de GIS e a equipe de ciência de dados.

Aberta e compatível com outras tecnologias, a Geospatial Cloud da Esri oferece um conjunto de aplicativos prontos para uso e ferramentas para desenvolvedores de fácil configuração. Muitos desses aplicativos permitem a realização de análises geoespaciais interativas e em lote, que revelam padrões e conexões que estavam ocultos. Com esses aplicativos, as organizações estão tomando decisões com maior firmeza.

A Esri está criando sistemas focados com recursos geoespaciais para setores e tipos de trabalho específicos. As maneiras como as organizações aplicam essa tecnologia a seus sistemas e fluxos de trabalho é ampla e está em expansão.

Incluem desde gestão avançada da cadeia de suprimentos e coleta de atualizações de campo em tempo real para serviços públicos, até ajudar varejistas a gerar análise de clientes e a otimizar a localização para quase tudo. É possível configurar o software para que empresas gerenciem ativos em campo, analisem tendências de uso e revelem informações sobre as interações com clientes com base na localização.

Governos usam a Location Intelligence do GIS para diversas ações e operações essenciais. Até mesmo o setor de cinema utiliza a tecnologia para construir e manipular modelos de cidades em 3D.

Aqui estão os 10 destaques da aplicação da Geospatial Cloud

  1. Contextualização em tempo real:
  2. A Cidade de San Antonio, no Texas, EUA, e seu parceiro de segurança, o Southwest Texas Fusion Center, estão usando o rastreamento geográfico em tempo real de policiais e paramédicos em eventos protegidos, incluindo torneios de basquete e a comemoração dos 300 anos da cidade, realizada em 2018.

    A capacidade de fornecer a contextualização em tempo real levou ao desenvolvimento de vários aplicativos de campo inovadores, que melhoram muito o monitoramento e a resposta imediata em eventos.

    Cidades estão usando dados de sensores da IoT para tudo, desde o monitoramento de infraestrutura até o rastreamento de serviços de entrega. Dessa forma, as organizações gerenciam operações e tomam decisões em diversas escalas.

    No setor privado, varejistas estão melhorando suas operações com a combinação de produtos e as estratégias de engajamento com o cliente usando dados da IoT em tempo real, enriquecidos com análise demográfica e de localização.

  3. A Geospatial Cloud da Esri inclui o ArcGIS Living Atlas of the World:
  4. A maior biblioteca de conteúdo geoespacial digital do mundo (milhares de mapas e conjuntos de dados abrangentes prontos para uso) é uma iniciativa conjunta da Esri e seus usuários e parceiros, visando compartilhar os melhores mapas e dados para o planeta. O ArcGIS Living Atlas of the World está disponível em qualquer dispositivo, a qualquer momento e em qualquer lugar, e está constantemente crescendo e melhorando.

    10 destaques da aplicação da Geospatial Cloud em nuvem - Imagem 2

    A Esri oferece um GIS completo na nuvem, com centenas de recursos dinâmicos que utilizam continuamente o ArcGIS Living Atlas of the World, uma ampla biblioteca de mapas, imagens e conteúdo demográfico prontos para uso, provenientes de todo o mundo.

    O conteúdo do Living Atlas inclui dados atualizados de população e de segmentação demográfica. O sistema integra milhões de observações da Terra, feitas por diversos sensores em satélites que atualizam as imagens diariamente. Também há várias camadas de dados temáticas e redes de sensores em tempo real que fornecem fontes dinâmicas de informações, como mapas meteorológicos em tempo real, tráfego e mudanças no uso do solo.

  5. A integração da ciência de dados e kits de ferramentas de IA aprimora respostas imediatas:
  6. A arquitetura aberta da Esri permite a integração de recursos disponíveis de machine learning, inteligência artificial (IA) e análise preditiva, que funcionam em conjunto com o GIS.

    A Agência Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos (NOAA) desenvolveu uma abordagem rigorosa para descobrir o que causou um aumento alarmante de casos de febre do vale, uma rara infecção pulmonar por fungos, que surge no sudoeste dos Estados Unidos. Usando a geografia como base, os pesquisadores combinaram dados de diversos campos científicos com análise especial e modelagem estatística e mostraram que a infecção pulmonar está relacionada ao aumento da temperatura dos oceanos, que afeta os padrões eólicos.

    Em diversas agências governamentais e em setores que vão desde varejo e saúde até gestão de emergências e fabricação, o machine learning está analisando dados de localização para criar soluções melhores para problemas amplos. As organizações estão combinando ferramentas do GIS com IA para avaliar risco, melhorar logística e entregas, planejar e selecionar locais estratégicos e prever diversos fenômenos espaciais, como acidentes de tráfego e crime.


    Fique por dentro de todas as novidades do Portal GEO. Faça grátis sua inscrição!

    Veja também:

    5 mitos sobre Location Intelligence

    Inteligência Artificial no Agronegócio: Predição e Regressão

    Descobrindo oportunidades além da divisão digital

    Novidades do ArcGIS Pro 2.4: DEMONSTRAÇÃO EXCLUSIVA DE LANÇAMENTO, ASSISTA AGORA!

    ArcGIS Online ATUALIZADO: VEJA A DEMONSTRAÇÃO!

    ArcGIS Enterprise 10.7.1: ASSISTA AO VÍDEO DE DEMONSTRAÇÃO!

    Apps de destaque do ArcGIS 10.7.1!


  7. Arquiteturas híbridas distribuídas proporcionam flexibilidade:
  8. A migração do GIS para a nuvem aprimora o poder de integração da tecnologia, conectando dados e fluxos de trabalho e oferecendo insights com base em localização. O software se adapta a arquiteturas de nuvem híbrida, que pode incluir uma combinação de serviços locais, em nuvem privada e em nuvem pública.

    Uma grande varejista europeia democratizou o acesso e o uso de informações de localização em toda a organização. Desde que começou esse processo em 2015, a varejista identificou as unidades com maior potencial de ganhos para ter vantagem sobre a concorrência, conseguindo, assim, dobrar a receita.

  9. Implementação focada em aplicativo permite acesso em qualquer lugar ou dispositivo:
  10. O Centro de Pesquisas Langley da Agência Nacional de Aeronáutica e Espaço (Nasa) dos Estados Unidos, na Virgínia, criou um mapa detalhado de todo o centro, incluindo o interior e o exterior de mais de 200 instalações.

    Mais de 300 aplicativos selecionados e personalizados usam o mapa como base para tudo, desde manutenção e segurança diárias até prevenção de enchentes e sustentabilidade. A funcionalidade do GIS pode ser prontamente integrada em fluxos de trabalho, em que mapas e informações espaciais auxiliam na compreensão.

    10 destaques da aplicação da Geospatial Cloud em nuvem - Imagem 3

    No Centro de Pesquisas Langley da Agência Nacional de Aeronáutica e Espaço (Nasa) dos Estados Unidos, um mapa detalhado de todo o centro, incluindo o interior e o exterior de mais de 200 instalações, auxilia na manutenção diária, segurança, sustentabilidade e mais.

  11. GIS desktop funciona de forma independente e se integra a serviços para alimentar aplicativos rapidamente:
  12. O Centro Internacional de Genebra para Remoção Humanitária de Minas (GICHD), que busca localizar e remover minas e outros explosivos não detonados em locais vulneráveis de todo o mundo, criou uma ferramenta de gestão de informações para uso em escritório e converteu os fluxos de trabalho em aplicativos da Web.

    Os funcionários agora usam para conferir e editar dados e conceder aprovações. Essas soluções funcionam porque o ArcGIS Pro tem o mesmo desempenho em uma nuvem ou um ambiente local virtualizado com a devida configuração que teria em uma máquina desktop. A plataforma utiliza hardware moderno e tecnologia da computação para exibir mapas e cenas com gráficos e realizar análise espacial.

    10 destaques da aplicação da Geospatial Cloud em nuvem - Imagem 4

    O Operations Dashboard for ArcGIS, disponível por meio do IMSMA Core, mostra áreas perigosas abertas ou fechadas no Tadjiquistão, incluindo a área total liberada e o número de áreas perigosas por distrito administrativo. (Dados gentilmente fornecidos pelo Centro de Ações de Minas do Tadjiquistão.)

  13. Integração de imageamento permite obter insights de observações da Terra:
  14. Por sua localização remota e clima inóspito, o Ártico não está totalmente mapeado. Portanto, a Agência Nacional de Inteligência Geoespacial (NGA), a Fundação Nacional da Ciência (NSF), a Universidade de Minnesota, a Universidade Cornell, a Universidade Estadual do Ohio e a Esri se juntaram para produzir automaticamente modelos de elevação digital (DEM) do Ártico, com alta resolução e qualidade, usando imagens ópticas estereoscópicas.

    O GIS pode utilizar a enorme quantidade de dados presentes nas imagens enviadas por satélites de pequeno porte, plataformas de sistema aéreo não tripuladas e fontes de dados abertas.

    10 destaques da aplicação da Geospatial Cloud em nuvem - Imagem 5

    O ArcticDEM foi um projeto colaborativo para produzir automaticamente modelos de elevação digital (DEM) do Ártico, com alta resolução e qualidade, usando imagens ópticas estereoscópicas.

  15. A criação de gêmeos digitais proporciona experiências em realidade mista:
  16. A Comissão Nacional de Planejamento da Capital, na cidade de Washington, EUA, criou uma “gêmea digital” da capital americana em 3D, que a organização combina com modelos em realidade aumentada de prédios que são propostos a fim de avaliar o impacto visual e ambiental.

    Com essa solução imersiva, a comissão pode proteger o famoso cenário de Washington sem deixar de permitir que a cidade continue se desenvolvendo. Com a realidade mista, a Comissão Nacional de Planejamento da Capital ganha uma nova maneira de interagir com as partes interessadas.

    A tecnologia também permite a produção de designs com melhor fundamentação e com mais alternativas, que otimizam a entrada de dados ambientais e estendem a resistência total da cidade. Mais especificamente, o recurso do 3D está cada vez mais permitindo que planejadores e construtores urbanos vejam como estruturas futuras funcionarão no mundo físico.

  17. Um ecossistema de desenvolvedor aprofundado permite uma customização criativa:
  18. Em conjunto com APIs abertas, a Geospatial Cloud da Esri oferece um ecossistema de desenvolvedor que facilita a integração de recursos avançados do GIS em aplicativos personalizados.

    10 destaques da aplicação da Geospatial Cloud em nuvem - Imagem 6

    No aplicativo GoTime, o tempo de deslocamento que aparece nas placas rodoviárias permanentes ou temporárias é exibido nos celulares dos usuários.

    O Departamento de Transporte de Massachusetts (MassDOT) aproveitou essa vantagem para desenvolver um aplicativo chamado GoTime, para que as pessoas saibam quanto tempo demora para se deslocar de um lugar a outro de carro.

    O aplicativo exibe informações sobre o percurso, em tempo real, em placas permanentes ou temporárias em estradas de todo o estado. Os usuários que queiram planejar uma viagem antecipadamente podem ver o percurso selecionado do início ao fim e até salvar determinadas placas em uma lista de favoritos.

  19. Parceiros importantes de infraestrutura em nuvem aumentam escala, desempenho e disponibilidade:
  20. Com seu software adaptável, a Esri pode participar de diversas parcerias que trazem benefícios para os usuários.

    Por exemplo, a Agência de Solo e Recursos de Ningxia, na China, criou sua plataforma de dados geoespaciais básica com a tecnologia ArcGIS Enterprise da Esri na Alibaba Cloud.

    Estas são algumas outras parcerias importantes da Esri:

    • Esri e Microsoft trabalhando juntas para lançar IA geoespacial no Microsoft Azure;
    • Parceria entre Esri e IBM para oferecer análise espacial de ponta a desenvolvedores na IBM Cloud;
    • Integração da inteligência de localização da Esri aos serviços espaciais do SAP HANA;
    • Clientes da Esri implementando determinadas licenças do ArcGIS no Amazon Web Services (AWS) Marketplace para estabelecer modelos de preço por utilização.

A Esri continua se adaptando às mudanças nos cenários comercial, de pesquisa e de computação, em computadores desktop, em dispositivos móveis e na nuvem. A Esri não desacelera e persiste na exploração de novos territórios com maneiras totalmente novas de aplicar o GIS.


Você gostou desse artigo?

O Portal GEO está sempre trabalhando para trazer novidades, tendências e o que há de melhor em dicas do universo GIS. Clique abaixo e faça sua inscrição gratuita para receber com comodidade todos os nossos artigos, que tenho certeza, vão te apoiar em seu cotidiano profissional e pessoal, te deixando sempre bem informado: