As vagas de empregos para cargos relacionados à inteligência artificial (IA) praticamente dobraram nos EUA entre 2015 e 2018, enquanto que as buscas por novos talentos na área aumentaram 182%, de acordo com o site de empregos Indeed.

Esse crescimento ilustra o papel da inteligência artificial nos negócios. Joseph Sirosh, vice-presidente corporativo de Inteligência Artificial da Microsoft, disse em um podcast que a maior parte do trabalho em larga escala acabará sendo afetada, pelo menos em parte, pela inteligência artificial.

“Todos os tipos de suporte ao cliente utilizarão inteligência artificial”, previu Sirosh, acrescentando que as empresas usarão a inteligência artificial “para entender seus clientes, gerenciar sua cadeia de suprimentos, definir melhor os preços e criar grandes experiências”.

Como ressalta o estudo do Indeed, as empresas que ainda não investiram em IA e machine learning deveriam considerar que seus concorrentes, provavelmente, já estão investindo.

Estratégias de recrutamento para cargos de Inteligência Artificial

Numa economia marcada pela escassez de mão de obra qualificada, o campo da IA não é uma exceção. Em seu relatório, o Indeed observou uma porcentagem significativa de vagas permaneceu aberta por mais de 60 dias.

“As competências para trabalhar com IA ainda estão em falta”, disse Sirosh em sua entrevista. “Essa profissão vai evoluir. Todos os departamentos de computação e de ciência da computação agora ensinam IA como um curso fundamental. Então, isso vai mudar. Leva apenas um pouco de tempo.”


Fique por dentro de todas as novidades do Portal GEO. Faça grátis sua inscrição!

Veja também:

Os benefícios de unir GIS 3D e Realidade Aumentada

User Types: ArcGIS Online traz novidades aos usuários

O índice do Câncer visto de cima


Enquanto isso, as empresas que querem entrar na competição para atrair os poucos talentos que temos hoje em inteligência artificial podem se beneficiar das estratégias de localização.

Desde que a Inteligência Artificial é uma área em ascensão, muitos profissionais com habilidades para aplicá-la nos negócios acabaram de se formar. Diferentes tipos de graduados preenchem papéis distintos no espaço da IA, de modo que as empresas devem definir claramente sua estratégia de IA antes de elaborar um plano de recrutamento.

Por exemplo, as empresas focadas no atendimento ao cliente podem precisar de profissionais com habilidades de Processamento de Linguagem Natural para construir chatbots e outras experiências de atendimento ao cliente orientadas por IA. Outras empresas podem buscar profissionais que possam construir modelos de IA para planejamento em mercados de varejo.

Próximo passo: Saber onde encontrar os candidatos

Os recrutadores, primeiro identificam os principais conjuntos de habilidades que impulsionarão as metas de IA da empresa, em seguida, mapeiam as universidades e áreas geográficas com recém-formados que tenham essas habilidades.

Após avaliar o panorama da IA e localizar os locais com possíveis talentos promissores, os executivos podem lançar programas de recrutamento direcionados, atingindo os pontos estudados para obter maior resultado.

Uma alternativa é levar o escritório até os profissionais de inteligência artificial e machine learning. Algumas empresas optaram por estabelecer escritórios ou centros de excelência próximos a eles. Pittsburgh é um exemplo recente desse fenômeno.

Empresas como Uber, Ford e Delphi se reuniram na cidade nos últimos anos, na esperança de cativar ex-alunos da Universidade Carnegie Mellon e da Universidade de Pittsburgh.

Escolher o bairro certo para a sede ou o escritório pode fazer toda a diferença na hora da empresa atrair talentos. Uma estratégia baseada em localização, impulsionada por um Sistema de Informações Geográficas (GIS), também revela a demografia dos bairros, garantindo que uma empresa possa se situar numa área atraente para jovens graduados em IA.

Um dos benefícios da inteligência artificial e machine learning é sua capacidade de ajudar os executivos a tomar decisões mais rápidas e assertivas.

Foco em novas oportunidades em Inteligência Artificial

Mesmo que as empresas não planejem trabalhar com uma equipe própria de IA, ainda precisarão de uma estratégia de inteligência artificial para se manterem competitivas nos próximos anos.

O primeiro passo é identificar as oportunidades de negócios específicas que a Inteligência Artificial e Machine Learning podem trazer para a empresa. Em seguida, os executivos podem trabalhar para encontrar profissionais talentosos e que se encaixem em seus planos.

Ao adotar uma abordagem inicial e analisar todos os dados disponíveis, incluindo de localização, pode-se ter maior clareza para identificar quais os tipos de candidatos devem assumir novos cargos na área de Inteligência Artificial, onde eles estão e como as empresas podem atrai-los para essas vagas.


FONTE: Finding AI Talent Using Location Intelligence (WhereNext Magazine – Esri)


Você gostou desse artigo?

O Portal GEO está sempre trabalhando para trazer novidades, tendências e o que há de melhor em dicas do universo GIS. Clique abaixo e faça sua inscrição gratuita para receber com comodidade todos os nossos artigos, que tenho certeza, vão te apoiar em seu cotidiano profissional e pessoal, te deixando sempre bem informado: