Neste artigo, vamos conhecer um pouco mais sobre a plataforma ArcGIS, seus padrões arquiteturais de implantação, além de entender o processo funcional de uma infraestrutura geoespacial que permite entregar valor através de soluções GIS completas para seu negócio.

Ter uma visão ampla e espacial sobre os impactos de seu negócio no mundo real, traz um importante fator para apoiar seu processo operacional para tomada de decisão.

Para apoiar você nesta atividade, você pode utilizar a plataforma ArcGIS, que permite criar soluções focadas em conteúdo geográfico altamente eficazes, e com uma visão de ponta a ponta, não exigindo muito esforço ou customizações.

Este conteúdo teve como fonte os conceitos apresentados no último dia 13 de julho no Workshop Técnico do Esri Users Conference 2020, por Derek Law (Gerente de Produto) e Allison Rost (Lider Técnica), responsáveis pela evolução técnica da plataforma na Esri.

Entendendo a plataforma ArcGIS - imagem 1

Ao longo dos anos, a plataforma ArcGIS foi descrita de várias formas dependendo da forma como ela é utilizada, por um usuário ou por uma organização. Para entender melhor o que exatamente é a plataforma, vamos dar uma olhada nas principais formas como ela é descrita e quais são os principais conceitos de uma solução GIS baseada na web.

A plataforma ArcGIS é…

Uma infraestrutura geoespacial

Amplamente utilizado nas plenárias e eventos da Esri nos últimos anos, este termo indica que a plataforma fornece a capacidade de escalar e interconectar diversos sistemas e soluções, possibilitando a criação de um ambiente interconectado para indivíduos e organizações de qualquer tamanho operacional, oferecendo uma série de componentes, ferramentas e funcionalidades para suportar os usuários a utilizar a informação geográfica.

Entendendo a plataforma ArcGIS - imagem 2

Uma grande vantagem de estruturar uma infraestrutura geoespacial, é a capacidade de escalar seu ambiente operacional de forma ágil, permitindo acompanhar o avanço no número de usuários de sua solução.

A plataforma desde sua concepção, foi estruturada para fornecer um conjunto de ferramentas, aplicações e soluções através de um modelo arquitetural de SaaS (Software as a Service), mantendo como coração de seu sistema o GIS e toda capacidade geográfica, incorporando módulos de serviços de mapeamento e localização, análises espaciais, APIs e SDKs de desenvolvimento possibilitando customização de componentes, e a utilização de soluções com foco em conteúdo geográfico (como o ArcGIS Hub).

Uma plataforma geoespacial abrangente

Uma plataforma completa e abrangente baseada em serviços, que possibilita o trabalho de forma distribuída, além de ser extensível através dos diversos recursos de desenvolvimento oferecidos, permitindo customizar a plataforma para melhor atender suas necessidades de negócio.

Entendendo a plataforma ArcGIS - imagem 3

Mas, uma questão que aqui no Brasil gera muita dúvida é…

A plataforma ArcGIS é aberta?

A resposta clara e direta é:

Sim, a plataforma ArcGIS oferece suporte a padrões geoespaciais abertos da comunidade GIS.

Existem ainda diversos recursos para aprendizado e desenvolvimento disponíveis aos usuários de forma gratuita.

Se você deseja entender um pouco mais sobre este tema, e conhecer os recursos disponíveis, recomendo conferir o site Esri`s Open Vision, e o guia Esri Support for Open Geospatial Standards, detalhando todos padrões abertos suportados pela plataforma.

Se quiser conteúdo 100% em português, com vídeos e tutoriais feitos aqui no Brasil por especialista, você pode CLICAR AQUI!

Entendendo a plataforma ArcGIS - imagem 4

Suporta 3 sistemas fundamentais

Em grandes soluções técnicas, existem 3 pilares fundamentais a serem considerados, o armazenamento de dados, a análise de indicadores e o engajamento dos usuários com a solução.

Por este motivo, algumas pessoas conhecem o ArcGIS como um sistema de sistemas. E tomando como base esta visão, podemos dizer que através da plataforma, podemos incorporar estes 3 principais sistemas técnicos, que são:

  1. Sistema de Registro: para armazenar e coletar dados.

  2. Sistema de Análises e Indicadores: utilizado para buscar padrões e responder a situações do mundo real.

  3. Sistema de Engajamento: possibilitando a interação entre usuários e o compartilhamento de conteúdo de mapas e aplicações.


Fique por dentro de todas as novidades do Portal GEO. Faça grátis sua inscrição!

Você também pode gostar:

A batalha por dados precisos e as pandemias

Map Viewer Beta, a próxima geração de mapeamento

ArcGIS Field Maps, uma nova ferramenta para mobilidade

Criando minha primeira aplicação web com mapa – parte 3

5 razões para utilizar imagens Landsat no ArcGIS


Uma das grandes vantagens da plataforma é sua facilidade em utilizar as soluções de forma distribuída, e por este motivo o ArcGIS é conhecido por seus 3 grandes sistemas, sendo:

  • ArcGIS Pro (Desktop):

    Utilizado tipicamente de forma individual por profissionais GIS, para atualização e manutenção de dados cadastrais, ou para realização de análises cartográficas avançadas.

  • ArcGIS Online:

    Uma solução completa de mapeamento e localização através da internet, possibilitando aos usuários de uma organização ou individuais realizarem análises, manutenção e criação de dados, e compartilhamento de conteúdos GIS de forma simples e prática, devido a seu modelo arquitetural de um SaaS.

  • ArcGIS Enterprise:

    uma plataforma similar ao ArcGIS Online, com a diferença básica de que este produto é utilizado na infraestrutura administrada pelo usuário, ficando sob suas regras organizacionais, para fornecer os serviços básicos de mapeamento.

    O produto, porém, pode incorporar outros componentes para atender às necessidades de negócio específicas, como por exemplo o Image Server, para fornecer suporte a operações com imagens, o GeoEvent Server para fornecer suporte a operações de tempo real, dentre outros módulos que podem ser incorporados a este produto.

Entendendo a plataforma ArcGIS - imagem 5

Atende a diversas áreas funcionais

Pode-se atender uma série de áreas funcionais utilizando-se os diversos aplicativos e ferramentas disponíveis na plataforma ArcGIS.

Entendendo a plataforma ArcGIS - imagem 6

  • Smart Mapping, permite criação mapas dinâmicos e atrativos entregando informações geográficas de valor aos usuários.

  • Editing and Data Management, funcionalidades de edição e armazenamento de dados em bancos locais, corporativos ou no ArcGIS Online/Enterprise.

  • Spatial Analysis and Data Science, recursos que envolvem a criação de processos analíticos e fluxos de análise específicos para execução de um estudo específico onde a informação geográfica fornece uma resposta a um problema no mundo real.

  • Field Operations, ferramentas que possibilitam a coleta e atualização de informações em campo conectando as equipes de campo e escritório, de forma ágil e precisa e possibilitando o monitoramento dos trabalhos através de painéis de monitoramento mantendo os dados e equipes sincronizadas.

  • Imagery, funcionalidades que suportam técnicas de sensoriamento remoto e processamento digital de imagens para obtenção de informações qualificadas em uma variedade de formatos que melhor se enquadrem a sua necessidade de análise.

  • 3D Visualization, recurso que possibilita ampliar a visibilidade de seus dados através da renderização 3D de objetos de seu mapa, permitindo uma visualização realista de seu dado através de uma cena.

Estas são somente as 6 principais áreas funcionais de uma série de outras em que a plataforma pode ser utilizada orquestrando seus componentes.

Mas um novo tipo de solução GIS completa vem surgindo

Entendendo a plataforma ArcGIS - imagem 7

Com o fortalecimento das organizações, que tem utilizado o poder da plataforma ArcGIS e todos os recursos aqui apresentados para criar um Portal de Conteúdo Colaborativo dentro da companhia, e com a incorporação de análises de dados e conteúdo produzido de forma individual pelos usuários, tem surgido um movimento de interconexão entre as organizações para troca de conteúdo que pode ser aplicado em diversos tipos de negócio entre as empresas, eliminando a criação de informações em duplicidade e aproximando os produtores de conteúdo geográfico.

Podemos dizer então a Infraestrutura Geoespacial, está transformando as organizações e a forma como fazem negócios.

Este movimento só tende a trazer benefícios para toda comunidade, pois teremos cada vez mais dados qualificados, informações precisas, e ferramentas de qualidade para coletar, analisar, monitorar e divulgar estas informações.

Vale lembrar que em um mundo onde em média 80% das informações utilizadas nas organizações possuem um conteúdo geográfico, e 65% das pessoas possuem pensamento visual, temos que utilizar todo o poder dos mapas para levar informações de qualidade aos usuários.

Crie mapas e aplicações de qualidade, conte suas histórias, leve seu poder de análise para outro nível e veja o mundo real de forma mais abrangente através da informação geográfica!


Você gostou desse artigo?

O Portal GEO está sempre trabalhando para trazer novidades, tendências e o que há de melhor em dicas do universo GIS. Clique abaixo e faça sua inscrição gratuita para receber com comodidade todos os nossos artigos, que tenho certeza, vão te apoiar em seu cotidiano profissional e pessoal, te deixando sempre bem informado: