Dica do editor: webinar para empresas de saneamento com a CAEMA

*CONTEÚDO EXTRA: esse artigo pode ser ainda mais completo se você CLICAR AQUI e assistir ao webinar que mostra todas as ferramentas citadas em usos reais em uma companhia de saneamento!


Enquanto a crise do COVID-19 está mudando quase tudo em nossas vidas, uma coisa não mudou: a água continua sendo entregue às nossas casas, pois as empresas de saneamento continuam prestando seus serviços.

Quando você abre a torneira, você recebe água limpa. O acesso a água é um fator essencial para promover a saúde das pessoas neste momento que vivemos.

A maioria de nós não pensa muito sobre isso, mas hoje as empresas de saneamento estão trabalhando fortemente para garantir que todos continuem tendo o acesso a água frente à pandemia.

As companhias estão tendo que se ajustar, como diversas outras empresas, e continuar a operar os sistemas. Estas estão fornecendo água potável limpa e potável a seus clientes sob circunstâncias completamente alteradas.

Muitas concessionárias de água usam informações geográficas todos os dias para ajudar a gerenciar seus ativos, monitorar suas operações, analisar seus sistemas e tomar decisões. No cenário atual, existem os mesmos problemas e desafios, mas com as complexidades adicionais da pandemia.

Neste contexto, o uso do GIS tem um papel estratégico e fundamental no direcionamento das ações e as companhias de saneamento tem recorrido ao GIS para obter o suporte necessário.

Dentre alguns dos atuais desafios estão:

  • Garantia do abastecimento de água e continuidade da operação dos sistemas;

  • Saúde e segurança das equipes;

  • Garantia de atendimento às áreas de vulnerabilidade social;

  • Transparência na comunicação da organização com seus clientes.

Continuidade da operação dos sistemas nas empresas de saneamento

A garantia da continuidade da operação atualmente é um desafio comum a diversas organizações. Neste contexto, a Esri lançou uma opção para resolver esse problema: ela se chama Coronavirus Business Continuity.

Trata-se de um conjunto de mapas, aplicativos e formulários que permite que as companhias de Saneamento monitorem e compreendam como os impactos da crise do COVID-19 estão afetando suas operações diárias.

Este conjunto de ferramentas permite que os colaboradores relatem o status das instalações, como estações de tratamento de água ou estações elevatórias de esgoto, registrem seus locais de trabalho e informem sobre suas condições de saúde.

Coordenadores podem visualizar o status das instalações e a capacidade da força de trabalho através de painéis gerenciais, facilitando a comunicação sobre ações operacionais, como restrições no abastecimento de água, e o informativo a população.

Empresas de Saneamento usam o GIS em resposta à crise do COVID-19

Saúde e segurança das equipes

As companhias de Saneamento também precisam garantir a segurança das equipes em campo que atuam para manter a distribuição de água e a coleta de esgoto.

É necessário ter uma visão detalhada sobre as áreas de circulação dos colaboradores, suas condições de trabalho e seu estado de saúde. O GIS pode ser empregado para coletar dados sobre as equipes e analisar seu comportamento, podendo monitorar e identificar áreas com maior risco de exposição. Combinadas com o rastreamento em tempo real, essas informações auxiliam a manter as equipes mais seguras.

Empresas de Saneamento usam o GIS em resposta à crise do COVID-19 - imagem 2


Fique por dentro de todas as novidades do Portal GEO. Faça grátis sua inscrição!

Veja também:

5 etapas efetivas para governos enfrentarem o COVID-19

CONTEÚDO EXTRA: veja todas as ferramentas que citadas neste artigo em uso agora mesmo!

ArcGIS na Saúde Pública: veja especialistas falando de usos eficazes do ArcGIS durante a pandemia.

Saiba como manter seu negócio frente à crise do COVID-19

Tecnologia descomplicada para ajudar os caminhoneiros na crise do COVID-19


Áreas de vulnerabilidade social

A água tem um papel fundamental no combate ao avanço do COVID-19 e as áreas de vulnerabilidade social possuem maior risco de exposição frente ao vírus.

A identificação e o monitoramento destas áreas são essenciais para direcionar os esforços das companhias de saneamento no fornecimento de água para estas regiões.

O mapeamento de locais com falta d’água, a identificação e reparo de pontos de vazamentos e o acompanhamento dos padrões de consumo e demanda de água podem ser otimizados com a utilização do GIS.

Empresas de Saneamento usam o GIS em resposta à crise do COVID-19 - imagem 3

Transparência com a população

Outro fator fundamental para o sucesso no combate ao vírus é a transparência e a facilidade de comunicação entre a população e os órgãos governamentais.

Com a restrição no atendimento das agências comerciais, as Companhias de Saneamento precisam disponibilizar, principalmente através de seus canais digitais, os serviços básicos e as informações relevantes sobre o abastecimento de água para a população.

O GIS também se torna peça importante neste desafio pela facilidade de compartilhamento de informações pela web para a população sobre restrições no abastecimento, registros de falhas no abastecimento pelos clientes, e divulgação sobre o funcionamento das agências em cada localidade.

Empresas de Saneamento usam o GIS em resposta à crise do COVID-19 - imagem 4


Quer todo esse conjunto de ferramentas na prática?
CLIQUE ABAIXO e veja tudo isso em exemplos de uso real das ferramentas com a CAEMA!

Webinar para empresas de saneamento com CAEMA


Você gostou desse artigo?

O Portal GEO está sempre trabalhando para trazer novidades, tendências e o que há de melhor em dicas do universo GIS. Clique abaixo e faça sua inscrição gratuita para receber com comodidade todos os nossos artigos, que tenho certeza, vão te apoiar em seu cotidiano profissional e pessoal, te deixando sempre bem informado: