Será que é grande o desafio de manter a produtividade na mineração diante de situações envolvendo o distanciamento social e a adoção de um formato de trabalho remoto?

Estamos vivenciando um momento de grande transformação. O advento da pandemia de coronavírus forçou nossa sociedade a passar por profundas mudanças. Além das alterações nos hábitos do cotidiano da população, o setor industrial tem passado por uma súbita e intensa modificação estrutural.

Com o avanço da tecnologia era natural que ocorresse um aprofundamento do processo de transformação digital, fazendo com que gradativamente, cada vez mais as empresas fossem aderindo ao home office como parte da rotina operacional.

Contudo, esse processo, que ocorreria naturalmente de forma gradual ao longo dos próximos anos, teve que ser acelerado e tomou forma em um período não maior que duas semanas. O avanço da COVID-19 e a consequente implementação de medidas de afastamento social obrigaram as indústrias a agirem de forma rápida, convertendo em regime de trabalho remoto a atuação de todos os colaboradores cujas funções fossem passíveis de serem exercidas desta forma.

Home office na indústria de mineração

 

Na indústria de mineração esse processo não foi diferente, de modo que milhares de funcionários, sobretudo aqueles que exercem atividades de administrativas, gerenciais ou de pesquisa, encontram-se empenhados na missão de manter o foco, concentração e produtividade enquanto trabalham remotamente. Pessoas e empresas estão tendo que se reinventar.

Trabalhando em casa mas mantendo a produtividade na mineração

 

Entretanto, distanciamento físico não significa dispersão. Pelo contrário, jamais se observou tanta coesão e consonância nas atividades. A comunicação tem grande apoio na tecnologia atualmente existente, possibilitando a execução de atividades complexas com grande nível de assertividade, independentemente de onde as pessoas envolvidas estejam fisicamente alocadas.

Neste sentido, a tecnologia GIS tem muito a oferecer para dar suporte à tais atividades, possibilitando ações de gestão e controle das atividades, sejam elas efetuadas in loco ou de forma remota. Aplicativos de campo podem alimentar diretamente bancos de dados com informações geoespacializadas, possibilitando que os responsáveis possam acompanhar as mais diversas atividades, não importando onde estejam.

É possível afirmar que após cessada essa pandemia, o home office será o novo normal. A sua empresa encontra-se preparada para isso?

CONTEÚDO ADICIONAL:
Veja essa demonstração de tratamento de imagens de drones!

 

Demonstração do ArcGIS em tratamento de imagens de drones - Produtividade na mineração em tempos de home office


Fique por dentro de todas as novidades do Portal GEO. Faça grátis sua inscrição!

Veja também:

Tecnologias essenciais para o setor de mineração

5 etapas efetivas para governos enfrentarem o COVID-19

Importância da tecnologia de geoprocessamento no cenário da pandemia

As geotecnologias na Nova Gestão Pública


Você gostou desse artigo?

O Portal GEO está sempre trabalhando para trazer novidades, tendências e o que há de melhor em dicas do universo GIS. Clique abaixo e faça sua inscrição gratuita para receber com comodidade todos os nossos artigos, que tenho certeza, vão te apoiar em seu cotidiano profissional e pessoal, te deixando sempre bem informado: